O Porém da Algaroba, por Pastor Jader Medeiros

Se você não é peruano, filho do sertão ou do cariri, é bem provável que não esteja familiarizado com esta árvore. Trata-se da Algaroba ou Algarobeira. Não importa a seca que o nordeste enfrente, você sempre encontrará uma destas verdinhas por aí. Sou apaixonado pela resistência e beleza desta árvore. Tanto que até levei uma destas para plantar em nossa casa lá na região do litoral. As pessoas de lá acham linda e me perguntam onde consegui. Lembro-me porém de que quando pedi a uma senhora para arrancar uma muda de sua propriedade aqui no sertão, ela resmungou: "Pra quê danado você quer isso meu filho?" Quando lhe expliquei ela riu e voltou a dizer: "Isso é uma praga! Cresce em todo canto. Leve. É um favor que me faz". Foi nessa hora que percebi o quanto nós podemos aprender com a algaroba.

A Espécie é pouco exigente. Não precisa de muita água. É natural de zonas áridas. Também há raras pessoas que se satisfazem com pouco e ainda assim esbanjam o seu melhor. A planta é usada para alimentação dos animais. Devido a pequena exigência em água, comprovada capacidade de se desenvolver em solos de baixa fertilidade e de condições físicas imprestáveis a outras culturas, ganhou a alcunha no meio rural nordestino, de "planta mágica". Quantas pessoas você conhece que se adaptam a circunstâncias difíceis e ainda assim conseguem ser úteis? Conheço várias mães de família que fazem milagre com os míseros salários que ganham. A tendência natural do ser humano é tornar-se azedo em meio às adversidades da vida. Mas os frutos em forma de vagens da algaroba são comestíveis e com alto teor de sacarose. Sim, açúcar! Ela Inicia a frutificação aos dois anos de idade.

A maioria de nós fazemos pouco ou quase nada de relevante até os vinte. É fato que quanto mais se tem, mais se usa e menos se valoriza. Como a maioria dos seres humanos, a planta também é cheia de espinhos. Mesmo assim sempre vejo pessoas e animais se refrescando à sombra de alguma algaroba. Mas nunca vi ninguém abraçando uma. As pessoas sempre estão prontas para usufruir do que nós produzimos ou proporcionamos. Porém nunca estão dispostas a suportar nossos espinhos. Por isso recomendo: Não ligue e continue frutificando, pois "Toda árvore que não produz bons frutos é cortada e atirada ao fogo" Mt 7.19. Em Cristo;

Pr. Jader Medeiros
Pastor da Igreja Batista de Amparo - PB
O Porém da Algaroba, por Pastor Jader Medeiros O Porém da Algaroba, por Pastor Jader Medeiros Reviewed by Portal Amparo Ligado on 15:03:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

"Design, Logomarca e Identidade Visual By Pr. Jader Medeiros. Copyright © 2015 All rights reserved". Tecnologia do Blogger.