Protestos estão bloqueando algumas ruas na cidade de João Pessoa, deste o início da manhã desta sexta-feira (14). Os manifestantes protestam contra a reforma da Previdência e outras ações do governo federal. Além disso, em João Pessoa, escolas públicas e particulares e universidades suspenderam as aulas e os ônibus urbanos estão circulando em quantidade quase ínfima, pois os manifestantes bloquearam as garagens.
Às 15h os protestos irão se concentrar no Parque Solon de Lucena, na Lagoa, Centro de João Pessoa. O presidente da CUT-PB, Paulo Marcelo, informou que desde o começo da manhã os militantes estão coordenando as manifestações em João Pessoa. Motoristas de ônibus, bancários, professores, e comerciários participam do movimento que, segundo ele, teve um grande crescimento na adesão.
Na Avenida Liberdade, em Bayeux, na Grande João Pessoa, manifestantes bloquearam os dois sentidos da via. O local é a principal ligação entre Bayeux e a capital. Como desvio, alguns motoristas estão usando a ponte Sanhauá, já que a ponte do Baralho está bloqueada. No acesso da parte de baixo, por uma pequena ladeira, um carro foi colocado para impedir a passagem também nesse desvio.
Em Campina Grande algumas empresas tiveram que fechar as portas devido às ações dos manifestantes, mas os ônibus estão circulando normalmente.
Da Redação com G1