Trago um olhar de carinho e de compreensão pelas pessoas que montam a sua vida sobre rodas de areia e fazem da lua cheia a sua direção. Assim o fazem na espera de que o algo a mais lhe ocorra a qualquer hora dessas, a partir das divagações e contemplações que fazem de um mundo imaginário. Consideram a vida numa visão longínqua, sonhadora; almejam alcançar o infinito num gesto mais bonito de pura poesia; vagueiam. Pagam para ver e não veem. Eu fui um desses!

Muitos ainda estão numa vida de fábulas, esperando que o extraordinário aconteça a partir da explosão de um meteoro luminoso que pouse no quintal de casa, trazendo novidades do lado de lá. Eu fui um desses!

São inúmeros os que procuram os seus significados nas coisas que não existem. Consentem em imaginar-se à mercê de homenzinhos que andam nas árvores para lhes fazer sonhar. Eu fui um desses!

Agradam-se mutuamente através da troca de elogios, como se fosse um acordo oculto, intrínseco entre si, para encontrar valor na sua própria vida, embora não tenham certeza de nada. Eu fui um desses!

Uma grande multidão ainda permanece no vagão da loucura, numa viagem estendida à fantasia incomum, desejando ser um ser diferente. Eu fui um desses!

Quero lhes dizer, meus amados amigos, que hoje, muito mais do que antes, amo todos vocês com a clareza do amor infindo. Aliás, hoje eu os amo de verdade, porque o faço com entendimento, porque compreendo os meandros dessas veredas, pelas quais também passei, e jamais saí delas pelos meus próprios passos.

A saída só é encontrada quando entendemos que não há saída em nós nem nos outros, quando percebemos que a estrada por onde transitamos por conta própria não tem luz e cada um inventa a sua para se iluminar embora permaneça na escuridão.

Contudo, há esperança, sim, há esperança para todos nós, vida real e viva, latente, tão presente e perto da gente que a ouvimos chamar por nós, em cada minuto que desembocamos dentro do nosso interior. Uma voz que clama no deserto da alma do homem: JESUS!

Jesus é a resposta de tudo. Ele é o Senhor da vida, de toda a vida. Sabe como ela funciona nos mínimos detalhes e os caminhos pelos quais alcançaremos os nossos sonhos.

“Entrega o teu caminho ao SENHOR; confia nele, e ele tudo fará” (Salmo 37.5 ARC).

Jesus não quer nos proibir de nada, nem nos tirar nada, a não dessas grades invisíveis que prendem as pessoas fora de si mesmas. Ele quer e pode retirá-las agora, para sempre, de sua vida e lhe dar uma vida nova, em liberdade, com melhores e mais longínquas viagens. “Agrada-te do SENHOR, e ele satisfará os desejos do teu coração” (Salmo 37.4 ARA).

“Inclinai os ouvidos e vinde a mim; ouvi, e a vossa alma viverá; porque convosco farei um concerto perpétuo [...]” (Isaías 55.3 ARC).

“Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração, e encontrareis descanso para a vossa alma” (Mateus 11.29 ARC).

Estamos esperando por você; venha!

Na alegria do Senhor, que é a nossa força,
Abdias Campos, servo do Deus vivo.