Numa história alegórica acerca do bom senso e do entendimento, conta-se que numa determinada localidade, onde passava uma linha férrea, um trem descarrilou, ocorrendo ali um grande acidente, levando a óbito todos os que seguiam viagem no velho embuá de ferro. Por ser lugar ermo e sem recursos para transportar os corpos até a sua cidade de origem, contratou-se um homem para lançar todos aqueles identificados como sem vida, pelo único médico do lugar, numa vala escavada para este fim.
Durante a missão do contratado, em meio à repetição do ato – pega no vagão, lança na vala – um dos corpos, anteriormente identificado como sem vida, falou ao abnegado trabalhador: “Eu estou vivo!” Este, ouvindo aquele falar, retrucou: “Você quer saber mais do que o médico?” e lançou o sobrevivente na vala dos mortos.
Às vezes, estamos tão absorvidos pelo que ouvimos e lemos dos outros e tão dependentes do aconselhamento humano que se, alguém disser alguma coisa, mesmo estando em desacordo com as Escrituras Sagradas, preferimos fechar os olhos ao que diz a Palavra de Deus para seguir o que o “sábio” falou.
Entretanto, o Senhor Jesus nos ordena enfaticamente:
“Examinais as Escrituras, porque vós cuidais ter nelas a vida eterna, e são elas que de mim testificam” (João 5.39).
Não abramos a boca para repetir como verdade tudo o que ouvimos ou lemos. Examinemos as Escrituras e glorifiquemos o nome do Senhor naquilo que nos vem pela Palavra de Deus.
“Porque aquele que Deus enviou fala as palavras de Deus, pois não lhe dá Deus o Espírito por medida” (João 3.34).
Creiamos no Senhor Jesus e deixemos Sua luz iluminar nosso ser; vejamos a vida com os olhos de Cristo para enxergarmos as coisas além do pavio fumegante do candeeiro humano.
“Eu sou a luz que vim ao mundo, para que todo aquele que crê em mim não permaneça nas trevas” (João 12.46).
Permanecer nas trevas é permanecer sem entendimento e ficar sem a luz da Palavra revelada pelo Espírito Santo ao nosso coração, quando meditamos nas Escrituras Sagradas.
Portanto, se temos a Palavra, temos o Senhor Jesus, e se O temos, devemos ouvi-lO, porque o Senhor Deus nos ANUNCIOU: Este é o meu Filho amado; a ele ouvi” (Lucas 9.35b ARC).
Ouvindo ao Senhor Jesus, iremos por caminho direito, a caminhada se dará de forma segura, a luz brilhará para que firmemos nossos pés na direção correta. Ainda que o conhecimento humano diga o contrário, permaneçamos no que o Senhor falou para chegarmos ao lugar de descanso e luz (entendimento).

Na alegria do Senhor, que é a nossa força,
Abdias Campos, servo do Deus vivo