Farmanunes


Acabou o álcool em gel? Saiba o que fazer para se prevenir do Covid-19

Seguindo as orientações dos órgãos de saúde, muita gente tem utilizado o álcool em gel 70% para prevenir a contaminação pelo novo coronavírus.

A procura pelo produto aumentou drasticamente no Brasil e fez com que ele 'sumisse' das prateleiras de supermercados e farmácias. Por isso, muitas pessoas vêm tentando encontrar maneiras alternativas para se proteger — o que, além de deixar o organismo exposto ao vírus, pode ser um perigo para a pele. É o que alerta a Dra. Fernanda Nichelle, médica especialista em estética médica.

"Com a escassez do ácool gel 70% recomendado para higienização, outros tipos de álcool, como o isopropílico e álcool 96C, vinagre e água oxigenada vêm sendo erroneamente utilizados no intuito de desinfecção, causando riscos não somente à segurança da população como também à pele e saúde dos pacientes", diz. "Além do risco pelo do potencial inflamável dos outros álcools, queimaduras, ressecamento excessivo da pele, fissura das mãos e alergias são as queixas mais comuns dos pacientes aos seus médicos."

Além do álcool 'comum' e das outras substâncias citadas pela médica, ainda há quem venha apostando em fórmulas de álcool gel caseiro que têm circulado nas redes sociais. Dra. Fernanda afirma que fazer uso de produções feitas em casa pode resultar em sérios problemas, tanto para e pele quanto para a saúde em geral.

"Manchas, queimaduras importantes e danos irreversíveis também têm sido relatados [por pacientes]. Se o produto não for produzido em um laboratório apropriado, por um profissional capacitado, certamente sua eficácia e ação amtimicrobiana estarão comprometidas", destaca.

Mas, afinal, o que fazer na falta de álcool gel? Somente intensificar a lavagem das mãos com muita água e sabão, recomenda a médica.

Veja algumas dicas de como lavar bem as mãos:          

Molhe as mãos com água corrente limpa (quente ou fria), feche a torneira e ensaboe as mãos;
Esfregue as mãos com sabão até espumar.
Esfregue a espuma nas costas das mãos, entre os dedos e debaixo das unhas.
Não se esqueça dos dedões!
Esfregue as mãos por pelo menos 20 segundos;
Enxágue bem as mãos com água corrente limpa;
Seque-as com uma toalha limpa ou mesmo no ar;
A lavagem das mãos precisa durar ao menos 20 segundos.

O que não fazer caso acabe o álcool gel e você não consiga mais comprar:         

→ NÃO use álcool 'comum' (96,0%)
→ NÃO use álcool isopropílico
→ NÃO use álcool gel acendedor para churrasqueira
→ NÃO faça fórmulas de álcool gel caseiro.

Postar um comentário

0 Comentários