Farmanunes


Câmara de Vereadores de Amparo realizou mais uma sessão, confira os destaques

Os vereadores Amparenses reuniram-se novamente na noite desta quinta-feira (12) para realização de mais uma Reunião Parlamentar, ausentes apenas os vereadores Drº João Luiz e Edvaldo Divino que justificaram suas ausências.

Na matéria do dia, foram lidos 3 Projetos de Decreto Legislativo para concessão de Título de Cidadão Amparense, confira:

Projeto de Decreto Legislativo Nº 01/2020: Concede Título de Cidadão Amparense ao Pastor José Célio Ferreira Costa, enviado pelo Vereador Duda Barnabé.

Projeto de Decreto Legislativo Nº 02/2020: Concede Título de Cidadão Amparense ao senhor José Carlos Alves de Oliveira, enviado pelo Vereador Fernandinho Severo.

Projeto de Decreto Legislativo Nº 03/2020: Concede Título de Cidadão Amparense ao Pastor Melkzedeck Santos Silva, enviado pelo Vereador Luiz Pequeno.

Esses projetos de decreto foram apresentados e estarão em votação na próxima sessão.
Também foi apresentada uma Indicação do Vereador Luiz Pequeno, Nº 03/2020, onde Sugere a aquisição de um Gerador de Energia para a UBS São Sebastião. Justificou falando que essa indicação se faz necessária tendo em vista as constantes quedas de energia prolongadas em nossa cidade, causando transtornos para os profissionais de saúde, bem como os pacientes que necessitam de atendimento naquela unidade de saúde. Projeto também será votado em outra sessão.

No grande expediente, os vereadores falaram sobre os projetos apresentados, dando destaque para a indicação do Vereador Luiz Pequeno, já que para os demais, essa é uma indicação muito necessária, sabendo que existem vacinas e medicamentos que devem ser mantidos em ambientes bem gelados, o que pode acarretar perca desses.

Falaram também a respeito dos redões da quadra do colégio Ildefonso A. da Silva, que ainda não foram colocados, segundo o vereador Cícero Maciel, a parceria da prefeitura com a 5ª Gerencia de Ensino do estado não deu certo, onde não houve disponibilidade da parte do governo em fazer a parceria com 50% do valor da rede, já que os outros 50% seriam por conta da prefeitura.
















Cobertura: Portal de Notícias Amparo Ligado

Postar um comentário

0 Comentários