Sobre Morte e Vida, por Pastor Jader Medeiros

Salvo arrebatamento, eu vou morrer. Você vai morrer. Essa é uma verdade. Sempre foi. Quando? Como? De quê? Nunca soubemos e nem saberemos. Nem mesmo aquelas pessoas diagnosticadas com esta ou aquela doença, não podem ter certeza de que dela morrerão. 

Todos os dias milhares de pessoas morrem de diversas e das mais variadas causas. Desde a queda de Adão a morte passou a fazer parte da vida (Gn 2.17). É consequência direta do pecado (Rm 6.23). Seja natural ou acidental, ela virá. Ficar em casa ou sair de casa não permitirá a exclusão do seu nome desta fila. Ele está lá desde seu nascimento. “Que homem pode viver e não ver a morte, ou livrar-se do poder da sepultura?” (Salmos 89.48) Você vai morrer independente do que você faça ou deixe de fazer. E você sabe disso. Nós sabemos. 

E não devemos viver pensando na morte. Isso não é vida. A vida é um dom de Deus e deve ser vivida com responsabilidade, gratidão e em abundância servindo ao Seu Filho Jesus Cristo. O grande problema é que a palavra “morte” quando ganha mídia, revela o medo natural do ser humano. A Bíblia tem algo a nos dizer sobre isso. “E não temais os que matam o corpo, e não podem matar a alma; temei antes aquele que pode fazer perecer no inferno tanto a alma como o corpo.” (Mateus 10.28). 

Se todo pavor demonstrado pelos que temem o Corona fosse convertido em temer a Deus, o mundo não estaria tão preocupado com a morte. Não estou advogando a irresponsabilidade ou um estilo “vida louca”, não se trata disso. Costumo dizer que a morte nunca deve ser buscada mas também não deve ser temida (Sl 23.4). Frente à ela, precisamos encontrar um equilíbrio entre cuidado e funcionalidade. 

E após ela muita coisa ainda acontecerá. Ela não é o fim. “Disse-lhe Jesus: ‘Eu sou a ressurreição e a vida. Aquele que crê em mim, ainda que morra, viverá; e quem vive e crê em mim, não morrerá eternamente. Você crê nisso?’” (João 11.25-26). Se você precisa temer algo meu amigo ou minha amiga, tema viver uma vida sem O Senhor. Ou pior: Uma eternidade longe d’Ele. A boa notícia é que, assim como um homem trouxe a morte para a humanidade, também um homem, Jesus Cristo O Filho de Deus, trouxe vida (Rm 5.17). 

Ele Venceu este inimigo na cruz. “Onde está, ó morte, a sua vitória? Onde está, ó morte, o seu aguilhão?" O aguilhão da morte é o pecado, e a força do pecado é a Lei. Mas graças a Deus, que nos dá a vitória por meio de nosso Senhor Jesus Cristo.”
1 Coríntios 15.55-57 Creia! Viva.

Em Cristo;

Pr. Jader Medeiros
Igreja Batista do Amparou

Postar um comentário

0 Comentários