“E o anjo lhes disse: Não temais, porque eis aqui vos trago novas de grande alegria, que será para todo o povo” (Lucas 2.10 | ARC).

Não temos o que temer se somos do Senhor Jesus. Na verdade, sempre devemos estar atentos para ouvir as novas de grande alegria trazidas pelo anjo de Deus. Os que se ligam ao Senhor têm paz e o bem lhes sobrevém (Jó 22.21), de maneira que se vive sem temor do mal, porque a presença santa do Senhor Jesus nos conduz sempre em santidade e amor.

Precisamos crer em Deus e pôr em prática o que cremos. Necessitamos da Palavra da verdade para vivermos a vida inteiramente sob as leis divinas, sem duvidar nem desprezar o que está escrito.

“Que diremos, pois, a estas coisas? Se Deus é por nós, quem será contra nós? Aquele que nem mesmo a seu próprio Filho poupou, antes, o entregou por todos nós, como nos não dará também com ele todas as coisas?” (Romanos 8.31-32 | ARC).

A convicção de que somos de Deus e temos o Senhor Jesus como nosso Senhor e Salvador nos coloca numa situação de certeza, de modo que a nossa postura é alimentada pela fé que vivemos. Para qualquer coisa que se levante para se contrapor ao que cremos temos o fundamento da Palavra. “Que diremos, pois, a estas coisas?” Declaramos o que está escrito e nisso nos firmamos. “Se Deus é por nós, quem será contra nós?” O entendimento do que está escrito, reconhecendo que representa a vontade imutável de Deus, nos deixa também de forma imutável para reagir, crendo na grandiosidade do que foi feito em nosso favor. “Aquele que nem mesmo a seu próprio Filho poupou, antes, o entregou por todos nós, como nos não dará também com ele todas as coisas?”

Entendamos que com o Senhor Jesus veio à nossa vida todas as coisas de que necessitamos; precisamos tão somente assumi-las. Assuma. Viva as novas de grande alegria na presença do Senhor Jesus e tenha paz. Amém.


Na alegria do Senhor, que é a nossa força,

Abdias Campos, servo do Deus vivo