A salvação ainda é pouco entendida pela maioria das pessoas, mesmo aquelas que se ancoram numa religião com a ilusão de que serão salvas por tradição familiar. Entretanto, a graça redentora do Senhor Jesus exige que a salvação apareça publicamente como instrumento de testemunho, através da nova conduta assumida por aquele que foi salvo, de maneira que a vida em Cristo Jesus seja vivida de modo sóbrio, justo e respeitosamente aos ensinamentos sagrados. “Porque já é manifesto que vós sois a carta de Cristo, ministrada por nós e escrita não com tinta, mas com o Espírito do Deus vivo, não em tábuas de pedra, mas nas tábuas de carne do coração” (2Coríntios 3.3 | ARC).

“Porque a graça de Deus se há manifestado, trazendo salvação a todos os homens, ensinando-nos que, renunciando à impiedade e às concupiscências mundanas, vivamos neste presente século sóbria, justa e piamente” (Tito 2.11-12 | ARC).

A palavra chave da salvação aqui é a renúncia da vida anterior. Por exemplo, o salvo que antes vivia no mundo contrário à santificação, renuncia de maneira pública a bebida, a prostituição, as festas mundanas, as drogas, o sexo fora do casamento, os jogos de azar, os vícios, as mentiras, os palavrões, as brigas, o desrespeito, a preguiça; enfim, tudo o que for pecado.

Aquele que se arrepende da vida mundana que levava e busca a misericórdia do Senhor se torna motivo de alegria no céu. “Digo-vos que assim haverá alegria no céu por um pecador que se arrepende, mais do que por noventa e nove justos que não necessitam de arrependimento” (Lucas 15.7 | ARC).

A graça nos ensina. A salvação do homem não retarda, mas se cumpre no instante em que ele se arrepende dos seus pecados e os confessa ao Senhor Jesus, pedindo-Lhe que o perdoe e o limpe de todas as impurezas que cometeu no mundo pecador e passe a viver uma nova vida com Cristo. “Porque o Senhor, vosso Deus, é piedoso e misericordioso e não desviará de vós o rosto, se vos converterdes a ele” (2Crônicas 30.9b | ARC). Que coisa maravilhosa é a operação da salvação na vida de uma pessoa! Ela se arrepende de todos os seus pecados e é perdoada pelo Senhor Jesus de todos eles, isso é para sempre. Deixa a vida mundana e passa a seguir o Senhor Jesus.

O arrependimento de todos os pecados, aliado à vontade de servir ao Senhor, com o firme propósito de ser nova criatura, realizará o milagre da salvação na vida daquele que recebe a graça do Senhor derramada sobre os seus pecados e a assume. “Porque serei misericordioso para com as suas iniquidades e de seus pecados e de suas prevaricações não me lembrarei mais” (Hebreus 8.12 | ARC). É para sempre a salvação.

Há uma vida nova para você que ainda não se converteu, que ainda não compreendeu a salvação e nem mesmo sabe o que significa converter-se, que se mantém nos caminhos do mundo debaixo de muitas dores. O Senhor lhe oferece o verdadeiro Caminho. “E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face, e se converter dos seus maus caminhos, então, eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra” (2Crônicas 7.14 | ARC).

Deus quer sarar a sua vida. O Reino de Deus é chegado; este é o seu momento de ouvir a Jesus. “Desde então, começou Jesus a pregar e a dizer: Arrependei-vos, porque é chegado o Reino dos céus” (Mateus 4.17 | ARC). No Reino de Deus não há falta. A salvação o livra do pecado e de todos os males. Jesus está chamando. Venha! Amém.


Na alegria do Senhor, que é a nossa força,

Abdias Campos, servo do Deus vivo