Quem tem conceito de vida construído pela experiência pessoal ou por qualquer meio que adquiriu em casa ou no mundo e não abre mão para ser moldado pela Palavra de Deus, impermeabiliza o seu coração à entrada do Senhor Jesus em sua vida. Assim, confrontado com a Verdade, não permite que a Verdade faça a Sua obra redentora. Às vezes até deseja, às vezes até busca, mas do seu jeito, porque tem a cerviz ainda endurecida e não aceita a sujeição. Diz que tem Deus do seu jeito, sem atentar para a Palavra de Deus. Daí, termina se enveredando pela insensatez, confiando no seu próprio coração, mas a Palavra o sentencia: “O que confia no seu próprio coração é insensato, mas o que anda sabiamente escapará” (Provérbios 28.26 | ARC).

Insensato é a mesma coisa que aloucado, delirante, desatinado. “O que confia no seu próprio coração é insensato.” Aquele que assim procede não chegará a um bom lugar, porque anda sem a direção divina, a qual, depois de conhecida, recebida e vivida na prática, encaminha a pessoa para a vida.

Noé escapou com sua família e com toda a estrutura de vida que necessitaria antes, durante e depois do dilúvio, porque agiu com sabedoria, ouvindo ao Senhor. “Mas o que anda sabiamente escapará.” O que anda sabiamente anda obedecendo a Deus; assim, escapará de todo o mal.

“Pela fé, Noé, divinamente avisado das coisas que ainda não se viam, temeu, e, para salvação da sua família, preparou a arca, pela qual condenou o mundo, e foi feito herdeiro da justiça que é segundo a fé” (Hebreus 11.7 | ARC).

Ouvindo a Palavra do Senhor, sem permitir que experiências pessoais ou tradição familiar ocupem lugar de decisão em sua vida, você alcança as promessas do Senhor para vivê-las aqui na terra e na eternidade.

Abraão é outro que Deus usou para abençoar sua vida e nos deixar como exemplo do que o Senhor faz na vida daquele que crê nEle, pondo a sua fé em ação.

“Pela fé, Abraão, sendo chamado, obedeceu, indo para um lugar que havia de receber por herança; e saiu, sem saber para onde ia” (Hebreus 11.8 | ARC). Quem obedece a Deus não O interroga acerca das Suas ordens; simplesmente obedece, porque a Palavra do Senhor é provada, já foi experimentada e tem exercido na vida do que crê exatamente o que promete. “O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras não hão de passar” (Mateus 24.35 | ARC).

Temos a certeza de que a voz do Senhor é o suficiente para executar o que Ele diz na vida do que crê. Sabemos que tudo se cumprirá da maneira como está escrito. “Seca-se a erva, e caem as flores, mas a palavra de nosso Deus subsiste eternamente” (Isaías 40.8 | ARC). Alegremo-nos no Senhor. Creiamos todos, vivamos as maravilhas que Ele fez e faz em favor dos que O ouvem e Lhe obedecem. Pela fé alcançaremos o alvo. Amém.


Na alegria do Senhor, que é a nossa força,

Abdias Campos, servo do Deus vivo