Essa é uma decisão sábia que alegra os céus, porque é uma decisão de santificação que a pessoa assume diante de Deus e dos homens, purificando-se das imundícias deste mundo. “Não porei coisa má diante dos meus olhos; aborreço as ações daqueles que se desviam; nada se me pegará” (Salmo 101.3 | ARC).

Os olhos são a porta pela qual enxergamos a vida, a visão iluminada por Deus para enxergarmos o bem, tanto que o Senhor Jesus diz: “A candeia do corpo são os olhos; de sorte que, se os teus olhos forem bons, todo o teu corpo terá luz” (Mateus 6.22 | ARC). Olhos bons são os olhos que buscam a luz – o Senhor Jesus é a luz do mundo – e buscam a nitidez das coisas para escolher as boas, e não olham para as tenebrosas. Toda a sua vida será iluminada. Contudo, o Senhor Jesus nos mostra também que o outro lado é verdadeiro. “Se, porém, os teus olhos forem maus, o teu corpo será tenebroso. Se, portanto, a luz que em ti há são trevas, quão grandes serão tais trevas” (Mateus 6.23 | ARC). O Senhor está declarando que se os nossos olhos forem maus, ou seja, se a maneira de enxergarmos a vida estiver contaminada pelas experiências mundanas do ser pecador, essa luz, que é a visão das coisas, será trevas. A pessoa estará na escuridão; não saberá escolher, porque não vê. “Quão grandes serão tais trevas!”

No meio da caminhada, você encontra alguns que até conhecem a Palavra de Deus, mas se desviam para o mal e passam a mostrar-lhe cenários de escuridão. Não olhe. Não ponha coisa má diante dos seus olhos. São frases, fotos e vídeos picantes, piadas que banalizam a santidade do Senhor Jesus, que depreciam a pessoa humana, que zombam do senhorio da Palavra de Deus, que fazem comparações das coisas mundanas com as coisas do alto, analogias deprimentes, que são apetrechos de Satanás para levar as pessoas às trevas. “Não porei coisa má diante dos meus olhos.” Feche os olhos para essas coisas; os olhos são a entrada da luz.

Se você já teve um encontro com o Senhor Jesus ou está tendo agora, numa ou noutra situação, o resultado dessa investida do inferno é o enfraquecimento da fé; esse é o objetivo do mal. Com a fé enfraquecida, nasce o desânimo de vida e a falta de forças para lutar. “Aborreço as ações daqueles que se desviam.” Sim, esta é a decisão sábia: aborrecer, odiar, rejeitar as ações dos que se desviam da Verdade. Lembre-se de que devemos odiar as AÇÕES dos que se desviam e não eles. Agindo desse modo, por fim, você terá o selo de proteção divina como consequência da atitude firme de rejeição ao mal: “Nada se me pegará”. Ou seja, nenhum mal se chegará a mim.

Não se deixe banalizar dando atenção a essas coisas vis. Em primeiro lugar, respeite a Deus; respeite a você também. Nós não somos depósito de lixo do diabo nem espectadores de suas cenas imundas. O Senhor Jesus pagou um alto preço por nós para nos santificar para Si. O nosso valor é imenso para Deus. Alegre-se no Senhor. Santifique-se nEle. Aleluia. Amém.


Na alegria do Senhor, que é a nossa força,

Abdias Campos, servo do Deus vivo