Ao longo da existência, o homem tem criado para si símbolos emotivos, os quais são designados como dias especiais, e tem se apegado a eles. Nessas datas, um tema é lembrado e homenageado. O sentido é remoê-lo com objetivos múltiplos. Esses dias se estabelecem no mais amplo estrato social. São postos no calendário anual da humanidade, sugerindo que as pessoas os contemplem. Há dia para quase tudo o que há.

Dentre tantas datas comemorativas, existem as comerciais, como o dia dos namorados, o dia das mães, o dia dos pais, o natal, o dia das crianças e outros tantos dias sociais designados, todos com apelo emocional muito forte; o sentido é vender. Há também as datas religiosas com os mais variados cultos às mais variadas divindades. Existem, ainda, as datas cívicas, como o dia da independência, o dia do soldado e outros tantos, bem como as datas de classe, como o dia do trabalhador, o dia do professor e um sem número delas que permeiam a vida da sociedade.

Pensemos, pois, com grande afinco e determinação, em trazer todos os temas para O DIA DO SENHOR, o qual se faz a cada amanhecer. “Este é o dia que fez o Senhor; regozijemo-nos e alegremo-nos nele” (Salmo 118.24 | ARC). O Dia do Senhor é o dia da vitória do nosso Deus, dia de alegria com o selo desse tão grandioso Deus que só faz maravilhas, dia de abrir o coração inteiramente ao Pai e regozijar-se nEle. Oh, quão grandes bênçãos, saudáveis e maravilhosas bênçãos, recebemos no Dia do Senhor.

Que assim seja: os namorados trazem, como presente divino para o seu namoro, o Dia do Senhor, e em santidade permanecem rumo à construção de um casamento sólido, em bases firmes de amor e respeito. Os pais, as mães, as crianças usufruem o Dia do Senhor em todos os dias da vida, com felicidade extrema e empolgante na presença do Pai. Os religiosos do mundo passam a cultuar apenas o Dia do Senhor em cada ato, cada culto. As autoridades civis e militares se deleitam em obedecer ao Dia do Senhor com poder e glória, harmonia e paz entre si. No Dia do Senhor, o amor revigorado no coração do homem dá descanso ao trabalhador e traz paz e gratidão ao professor, para que vivam a eternidade todos os dias. E todos contemplam a grandeza do Senhor Jesus e todos são muitíssimo abençoados. Os feriados podem continuar. Entretanto, que neles o nome do Senhor Jesus seja exaltado no coração de cada um com gratidão eterna ao Todo-Poderoso Deus pelas muitas maravilhas que fez, faz e ainda fará, no meio da humanidade. Sim, todos os dias é dia de dar presentes. Dar presentes é bíblico.

Senhor meu Deus! Quantas maravilhas tens feito! Não se pode relatar os planos que preparaste para nós! Eu queria proclamá-los e anunciá-los, mas são por demais numerosos!” (Salmo 40.5 | NVI).

Viveríamos mil anos, se fosse possível, e não teríamos tempo de anunciar as maravilhas do Senhor, ainda que não parássemos um minuto sequer de fazê-lo. Por isso, A DATA DE CADA ATO NUM DIA SÓ é uma ótima ideia, uma excelente decisão. E o que significa isso? Significa trazer Deus para cada área da nossa vida, resolver com Ele as nossas demandas, deixá-lO comandar nossos passos, segui-lO tão somente, sujeitar o mundo ao Senhor Jesus e viver os Seus ensinos. Isso é extraordinário.

Portanto, tragamos tudo o que há para o Dia do Senhor, comemoremos com Ele todas as datas, nEle vivamos todos os dias até a consumação do mundo e tenhamos vida em plenitude de amor e glória sob o mover de Deus. Amém. Amém. Amém.


Na alegria do Senhor, que é a nossa força,

Abdias Campos, servo do Deus vivo