Amparo Ligado

O Espírito dos Profetas, por Abdias Campos


Quem ouve a Palavra do Senhor, com toda a atenção, tem a consciência de receber da parte de Deus entendimentos que são de extraordinário valor para toda a vida, desde que sejam absorvidos e retidos num coração honesto, que se dá à prática imediata de tudo o que recebe do Senhor.

“Porquanto Deus não é Deus de desordem, mas sim de paz. Como em todas as assembleias dos santos” (1Coríntios 14.33 | KJA).


Os profetas estão nas assembleias dos santos. Os profetas são aqueles que dizem: assim diz o Senhor. Você fala com fé a Palavra de Deus para alguém? Se sim, você é um profeta. Deus não entrega nada a ninguém que gere confusão. Deus é Deus de paz, e não Deus de desordem. A desordem é um motor gerador de confusão. Confusão produz intranquilidade, barulho ensurdecedor, comumente na alma do indivíduo. Todos querem paz. Deus é doador da paz.


A confusão é produto do mundo. É impossível santificar-se no mundo, porque o mundo está no maligno. Onde houver um ajuntamento de santos, a paz reina. Não há como identificar qualquer ruído num lugar onde a separação para Deus é íntegra, completa.


“Porquanto Deus não é Deus de desordem, mas sim de paz. Como em todas as assembleias dos santos.” A Bíblia está dizendo que há paz em todos os agrupamentos de pessoas santificadas no Senhor, porque Deus não é de desordem. Se há alguma desordem em algum agrupamento, não é assembleia dos santos. Vamos em frente; temos tão somente de nos posicionar na assembleia dos santos, onde Deus é origem e essência da ordem. Todos os que são entregues a Deus são guiados pelo Espírito Santo de Deus e controlam o seu próprio espírito.


“O espírito dos profetas está sujeito ao controle dos próprios profetas” (1Coríntios 14.32 | KJA).


Bem, se a Palavra declara que Deus está no controle de tudo, está, logo os profetas, com simplicidade e sob o controle geral do Senhor, controlam facilmente o seu espírito. Isso está claro, não está? Sim. A Palavra é muito pura.


Portanto, temos a alegria imensa de vivermos a paz do Senhor, permanentemente, na prática do Reino, em nossa vida e através dela. Glorificado seja o santo nome do Senhor Jesus. Amém. Glória a Deus!


Na alegria do Senhor, que é a nossa força,

Abdias Campos, servo do Deus vivo

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Amparo Ligado