Amparo Ligado

O Universo Espiritual e os Seus Caminhos, por Abdias Campos


Buscamos no Senhor a direção para escrevermos de forma resumida esta mensagem de material bíblico tão vasto. Usaremos a tradução bíblica Nova Versão Internacional (NVI), por trazer uma linguagem universal, atualizada e, portanto, mais fácil à compreensão de todas as pessoas. Reflitam inicialmente sobre o texto bíblico logo abaixo, lendo e relendo o texto.

“Quando entrarem na terra que o Senhor, o seu Deus, dá a vocês, não procurem imitar as coisas repugnantes que as nações de lá [do mundo] praticam. Não permitam que se ache alguém no meio de vocês [...] que pratique adivinhação, ou se dedique à magia, ou faça presságios, ou pratique feitiçaria ou faça encantamentos; que seja médium, consulte os espíritos ou consulte os mortos. O Senhor tem repugnância por quem pratica essas coisas, e é por causa dessas abominações que o Senhor, o seu Deus, vai expulsar aquelas nações da presença de vocês. Permaneçam inculpáveis perante o Senhor, o seu Deus” (Deuteronômio 18.9-13 | NVI).


Quando entramos no evangelho, trazidos pelo Espírito de Deus, esta é a maneira que devemos proceder: não imitar mais as coisas do mundo pecador. Entretanto, sabemos que, ao nos tornarmos povo de Deus, continuamos na terra, onde todas as abominações estão presentes através dos que não são de Deus. Não tenham parte com isso. “Permaneçam inculpáveis perante o Senhor, o seu Deus.” O Senhor expulsará do seu redor essas pessoas que praticam tais abominações, o seu ambiente será limpo, a sua convivência será santa, “e é por causa dessas abominações que o Senhor, o seu Deus, vai expulsar aquelas nações [pecadores] da presença de vocês”. Isso, para que vocês não sejam contaminados.


“Não recorram aos médiuns, nem busquem a quem consulta espíritos, pois vocês serão contaminados por eles. Eu sou o Senhor, o Deus de vocês” (Levítico 19.31 | NVI). Amorosamente, o Senhor está falando o que devemos fazer. Decididamente, Ele está ordenando nossa conduta. Ele está Se posicionando e declarando: “Eu sou o Senhor, o Deus de vocês”. Faça a sua parte, obedecendo a Ele, e Ele fará a dEle, salvando-o e o abençoando.


Entretando, o Senhor é contra os que são contra as suas ordens. “Voltarei o meu rosto contra quem consulta espíritos e contra quem procura médiuns para segui-los, prostituindo-se com eles. Eu o eliminarei do meio do seu povo” (Levítico 20.6 | NVI). O Senhor eliminará do meio do povo aquele que O tentar, prostituindo-se na feitiçaria, consultando espíritos. Esses ficarão fora do Reino.


“Fora ficam os cães [os que se alimentam de qualquer doutrina], os que praticam feitiçaria, os que cometem imoralidades sexuais, os assassinos, os idólatras e todos os que amam e praticam a mentira” (Apocalipse 22.15 | NVI). A feitiçaria é a prática abominável de conluio com espíritos. A imoralidade sexual é o sexo fora da intimidade natural entre o homem e a mulher casados. Assassinato é o ódio ao irmão em Cristo; também é o ato de ceifar vidas de pessoas, quando somente Deus pode fazê-lo. Os idólatras são os que fazem ou os que têm imagens e devotam a elas honra. Os que amam a prática da mentira são os que se deleitam com a filha do diabo (a mentira é filha do diabo), mas se acovardam em seguir a Cristo por incredulidade.


Para tais há uma sentença horrível: “Mas os covardes, os incrédulos, os depravados, os assassinos, os que cometem imoralidade sexual, os que praticam feitiçaria, os idólatras e todos os mentirosos—o lugar deles será no lago de fogo que arde com enxofre [inferno]. Esta é a segunda morte” (Apocalipse 21.8 | NVI).


“Rejeite, porém, as fábulas profanas e tolas, e exercite-se na piedade [respeito a Deus] (1Timóteo 4.7 | NVI). Portanto, você que é de Deus e segue prazerosamente os passos de Jesus, rejeite as fantasias mundanas e tolas, como as feitiçarias e adivinhações que de nada valem, nem tem poder algum para os que são de Deus. Podem despejar um caminhão de sapo com a boca costurada de frente à sua casa; não tem valor de nada.


O exercício da piedade é o mesmo que respeitar toda a Palavra de Deus. O desrespeito inclui as obras da carne que se manifestam na trilha mundana dos pecadores: “Ora, as obras da carne são manifestas: imoralidade sexual, impureza e libertinagem; idolatria e feitiçaria; ódio, discórdia, ciúmes, ira, egoísmo, dissensões, facções e inveja; embriaguez, orgias e coisas semelhantes. Eu os advirto, como antes já os adverti: Aqueles que praticam essas coisas não herdarão o Reino de Deus” (Gálatas 5.19-21 | NVI).


Veja que do Velho ao Novo Testamento são as mesmas coisas que os carnais cometem. Elas estão notificadas na Bíblia em diversas passagens. São as mesmas tolices, as mesmas crendices, os mesmos pecados. Perceba que está sempre lá a feitiçaria, da qual alguns fazem uso e na qual se enlaçam com o diabo, sofrendo todo tipo de mal por se aliarem a uma figura já derrotada por Cristo. Em Jesus, você tem poder sobre todos os espíritos infernais.


Lembremos que muitos de nós estiveram lá por pouco ou muito tempo, mas estiveram servindo ao mundo debaixo do chicote imundo do diabo, pela recompensa dos pecados sujos que geravam prazeres instantâneos e dores intermináveis na alma e no espírito. Agora, porém, tome todo o cuidado para não dar ouvidos aos que dizem ser de Deus, mas não apresentam frutos de justiça, e sim apenas uma religiosidade morta sem luz e sem frutos, servindo ao inimigo.


“Tenham cuidado para que ninguém os escravize a filosofias vãs e enganosas, que se fundamentam nas tradições humanas e nos princípios elementares deste mundo, e não em Cristo. Pois em Cristo habita corporalmente toda a plenitude da divindade, e, por estarem nele, que é o Cabeça de todo poder e autoridade, vocês receberam a plenitude” (Colossenses 2.8-10 | NVI). Preste atenção: essas filosofias vãs e enganosas se fundamentam em tradições humanas. Elas têm por objetivo escravizá-lo. Observe se o que você tem ouvido se baseia em tradições humanas, enganosas, que às vezes estão até permeadas com a Palavra de Deus para atraírem e escravizarem os incautos. Portanto, aos salvos, é necessário a vigilância constante e a autoridade que Cristo nos deu no Seu nome para subjugar o imundo e jamais lhe dar lugar.


Por fim, abaixo está um princípio eterno, uma declaração divina, um fundamento irremovível, uma ordem expressa dos céus, uma lei inviolável e imprescritível, poder e força para todo o sempre, dados por Deus ao Seu povo. Onde se vê Jacó e Israel, lê-se povo de Deus. Você é povo de Deus? Isto é seu. Se você não é, passe a ser e será seu também. Preste atenção: “Não há magia [bruxaria] que possa contra Jacó, nem encantamento [feitiçaria] contra Israel. Agora se dirá de Jacó e de Israel: ‘Vejam o que Deus tem feito!’” (Números 23.23 | NVI). “Não há magia que possa” – não há bruxaria que tenha poder na sua vida. “Nem encantamento contra” – não há também feitiçaria que seja contra você e tenha qualquer efeito sobre a sua vida. Essas coisas são nulas para os salvos. Na leitura do versículo acima, você pode colocar o seu nome no lugar do nome de Jacó e de Israel, para realçar a verdade do que está sendo dito a seu respeito, porque é para você, povo de Deus, que foi decretado isso. Declare isso em oração, ou mesmo numa reação rápida contra qualquer insinuação do mal, até mesmo de um pensamento errado, anulando-o em nome de Jesus, e vença sempre. Assim, glorifique o nome do Senhor Jesus, por quem temos a vitória. Amém.


Na alegria do Senhor, que é a nossa força,

Abdias Campos, servo do Deus vivo

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Amparo Ligado