Como Eu Sei que Deus Respondeu a Minha Oração? Por Abdias Campos


Oração eficaz é oração respondida, é oração feita com entendimento. A pessoa deve saber o que a Palavra de Deus diz acerca do assunto que ela está apresentando em oração ao Senhor. Ela deve apresentar as suas razões, as quais estão na Palavra escrita, para que haja um julgamento favorável à sua petição. Ouça o que Deus diz: Procura lembrar-me; entremos em juízo [julgamento] juntamente; apresenta as tuas razões, para que te possa justificar” (Isaías 43.26 | ARC). AS TUAS RAZÕES” estão nas Escrituras Sagradas e não nas suas necessidades. É preciso fundamentar a oração na Palavra de Deus. Fundamentar a oração na Palavra de Deus é saber que o que você pede está prometido nas Escrituras Sagradas. Orar sem basear a oração na promessa do Senhor, essa é uma razão de muitas orações não respondidas; a outra é orar sem fé, não crendo que será feito da maneira que orou. Veja o que o Senhor Jesus diz: “Porque em verdade vos digo que qualquer que disser a este monte: Ergue-te e lança-te no mar, e não duvidar em seu coração, mas crer que se fará aquilo que diz, tudo o que disser lhe será feito (Marcos 11.23 | ARC). O monte é o problema, seja ele qual for. Se você não duvidar, o seu monte sairá, e você não duvida porque acredita no que o Senhor diz. Essa é uma oração de determinação e, “determinando tu algum negócio, ser-te-á firme, e a luz brilhará em teus caminhos” (Jó 22.28 | ARC). Porque crendo com entendimento, tudo o que disser lhe será feito”.

Toda oração deve ser eficaz, porque o Senhor Jesus diz, em João 6.37, que aquele que vem a Ele de maneira alguma Ele lançará fora. A oração não deve ser feita sem base bíblica. Depois de orar, eu tenho que ter certeza de que Deus ouviu a minha oração e me atendeu. Para isso, preciso orar com entendimento da Sua vontade. “E esta é a confiança que temos nele: que, se pedirmos alguma coisa, segundo a sua vontade, ele nos ouve [atende]. E, se sabemos que nos ouve [atende] em tudo o que pedimos, sabemos que alcançamos as petições que lhe fizemos (1João 5.14-15 | ARC). A vontade de Deus é boa, agradável e perfeita; se o seu pedido se encaixar nessas condições, Deus vai atender a sua oração, que foi feita crendo na Palavra.

Então, não é por orar muito que eu serei ouvido. Ouça o que o Senhor Jesus está ensinando: E, quando orardes, não useis de vãs repetições [rezas], como fazem os pagãos; pois imaginam que devido ao seu muito falar serão ouvidos” (Mateus 6.7 | KJA). Entretanto, devemos orar com entendimento. “Que farei, pois? Orarei com o espírito, mas também orarei com o entendimento (1Coríntios 14.15a | ARC). É fundamental que tudo o que fizermos no Reino de Deus seja com entendimento; do contrário, serão palavras e ações vãs diante dos céus. As palavras de quem ora devem estar baseadas na Palavra de Deus, porque Ele vela por Sua Palavra para cumpri-la, assim como os Seus anjos, que cumprem as Suas ordens, obedecem à voz da Sua Palavra. Quem dá voz à Palavra de Deus em oração somos nós, mas devemos fazê-lo com entendimento e fé, para que seja uma oração eficaz.

Então, como eu sei que Deus respondeu a minha oração? O Senhor Jesus responde para nós: “É sabido que Deus não ouve pecadores; mas a todo adorador de Deus, e a todo que faz a sua vontade, a esse Ele atende (João 9.31 | KJA). Bem, se eu sou pecador, Ele não me ouve (não me atende); está resolvido. Se eu sou adorador de Deus, se eu O adoro em espírito e em verdade, numa comunhão plena e permanente, Ele me atende. Se eu faço a Sua vontade, renunciando a mim mesmo para segui-lO, sim, Ele me atende. É bem simples, não é? Glória a Deus. Amém.

Na alegria do Senhor, que é a nossa força,

Abdias Campos, servo do Deus vivo

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Amparo Ligado