A Visão do Vencedor, por Abdias Campos


Como você enxerga a vida em suas múltiplas etapas? Olha apenas para o lado negativo da história, ou busca enxergar o que há de positivo naquilo que foi posto diante de você? Sua visão detecta oportunidades ou dificuldades? Avança ou desiste? Conquista ou se entristece com a perspectiva vista?

Preste atenção. O Senhor Jesus, no livro de Mateus, dá aos Seus discípulos uma notícia com dois destaques, um negativo e outro positivo. Entretanto, os Seus discípulos atentaram apenas para a parte negativa da história e reagiram negativamente por conta dela. A primeira parte da notícia, que era supostamente a ruim, era o início da boa. Então, a notícia toda era boa, mas a reação foi ocasionada pela primeira parte, pois foi ela que marcou a mente dos discípulos, de maneira que a segunda nem foi considerada.

Veja: “Ora, achando-se eles [Jesus e os Seus discípulos] na Galileia, disse-lhes Jesus: O Filho do Homem [Jesus] será entregue nas mãos dos homens, e matá-lo-ão [notícia ruim], e, ao terceiro dia, ressuscitará [notícia boa]. E eles se entristeceram muito” (Mateus 17.22-23 | ARC). A visão dos discípulos não percebeu a última notícia: “E, ao terceiro dia, ressuscitará”. Ele iria ser morto para cumprir o que o profeta Isaías dissera há 700 anos sobre a salvação da humanidade (que crê) por Cristo Jesus.

Bem, Jesus está dizendo que iria morrer, mas que ao terceiro dia iria ressuscitar. Contudo, sem a luz da Palavra da fé, que já vinha sendo pregada por Cristo Jesus, a visão se torna diminuída, dificultando a identificação daquilo que é positivo. Como o negativo está no plano da escuridão, é o que é visto na escuridão.

O Senhor Jesus já vinha pregando sobre esse tema há muito tempo. O obscurecimento da visão que não é aberta com a pregação da Palavra sujeita a atenção às coisas negativas, porque elas estão no campo das trevas. A escuridão limita a visão a nada. Daí, a atenção passa a ser dada às coisas negativas. Lembre-se: no negativo a imagem revelada da película é escura; não dá nitidez ao que está ali. Assim, a reação dessa visão negativa é entristecedora; por isso, os discípulos se entristeceram, não tendo a visão ampliada pela fé daquilo que o Senhor já vinha pregando.

A vista iluminada pela fé que vem por ouvir a Palavra de Cristo olha diligentemente o que deve ser visto e descarta o que não é conforme a Palavra. Diante de qualquer quadro se acharão oportunidades, e assim ocorrerá mudança de paradigma. Desse modo, a fé aumentada sob a luz na dimensão do Reino de Deus se desenvolve de um pequeno grão a uma grande árvore. Você vê o grão como uma grande árvore, porque é o que ele se tornará pelos olhos da fé.

“E [Jesus] dizia: A que é semelhante o Reino de Deus, e a que o compararei? É semelhante ao grão de mostarda que um homem, tomando-o, lançou na sua horta; e cresceu e fez-se grande árvore, e em seus ramos se aninharam as aves do céu” (Lucas 13.18-19 | ARC).

O Reino de Deus é o Reino da fé, é o Reino da luz, é o Reino do Senhor Jesus, pelo qual enxergamos a vida. ELE É POSITIVO.

[...] porque em verdade vos digo que, se tiverdes fé como um grão de mostarda, direis a este monte: Passa daqui para acolá — e há de passar; e nada vos será impossível” (Mateus 17.20 | ARC).

A forma como olhamos a vida produz a vida que vemos. Se a nossa visão enxergar à luz da Palavra de Deus, e somente por ela olharmos, os resultados serão sempre bons; toda a nossa vida será boa. A fé COMO um grão de mostarda, da qual o Senhor Jesus está falando, não é uma fé estática. Ela é igual ao grão de mostarda, que sai de um pequeno tamanho para uma grande árvore. Ela percorre o Caminho e nEle se desenvolve, cresce. A fé vem por ouvir a Palavra de Deus.

Portanto, tenha a vida iluminada com Aquele que é luz: JESUS. Ele é a Palavra de Deus. É pela Palavra que a sua visão é iluminada e você cresce. “Falou-lhes, pois, Jesus outra vez [Ele está falando outra vez], dizendo: Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará em trevas, mas terá a luz da vida (João 8.12 | ARC).

“A menina não está morta, mas dorme” (Mateus 9.24 | ARC); lembre-se disso. Foi o que Jesus disse acerca de uma menina morta. Ele a queria viva; chamou à existência e viu. Jesus é a nossa luz, é o nosso modelo, o qual imitamos. Quem anda segundo a Palavra tem a luz da vida, ou seja, tem a visão acesa para tudo o que é bom. Vê sempre o que é bom. Descobre no meio do caos a porta da paz e entra. Jesus é a nossa paz. Pense nisso e reaja ao entender; pratique e colha excelentes resultados permanentemente, para o tempo da peregrinação aqui na terra e para a eternidade na terra e no céu. Amém.

Na alegria do Senhor, que é a nossa força,

Abdias Campos, servo do Deus vivo

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Amparo Ligado