Importa que nos Apeguemos, com mais Firmeza, por Abdias Campos

“Por esta razão, importa que nos apeguemos, com mais firmeza, às verdades ouvidas, para que delas jamais nos desviemos” (Hebreus 2.1 | NAA).

O capítulo 1 que antecede esse primeiro versículo do capítulo 2, que lemos agora, vem revelando para nós a suprema grandeza imutável de Deus, a maneira como Ele falou aos nossos antepassados pelos profetas, e a nós, hoje, fala pelo Filho. O Filho é Jesus; Jesus é a Palavra. Descreve ainda a Sua eternidade e justiça, o Seu trono, que é para sempre, o Seu amor à justiça e ódio à iniquidade, ou seja, ao pecado. Mostra os atributos dos anjos como espíritos ministradores que são enviados para servir os salvos. Apresenta Jesus, o Filho amado de Deus, como o resplendor da glória. Bem, uma infinidade de grandezas da parte do Senhor é tratada no capítulo 1 de Hebreus.

Daí, inicia-se o capitulo 2, dizendo, já no versículo 1: “Por esta razão, importa que nos apeguemos, com mais firmeza, às verdades ouvidas, para que delas jamais nos desviemos”. As verdades ouvidas acerca do Pai nos são trazidas pelas Escrituras, as quais nos põem firmes em tudo, seguros, fortalecidos, edificados na Rocha, inabaláveis, intocáveis pelo mal. O Senhor diz, o Senhor cumpre. Essa verdade é a Verdade manifesta. Não há uma segunda possiblidade

Esses princípios não podem ser desconsiderados jamais. Este aqui, por exemplo, nos é bastante claro: Importa que nos apeguemos, com mais firmeza. Importa quer dizer custa, há um preço, para nos apegarmos, com mais firmeza. A quê? “ÀS VERDADES OUVIDAS.” A Palavra ouvida, com o devido apego, se fixa em nós. O Senhor nos envia as Suas verdades, “para que delas jamais nos desviemos”. Desviar, nesse caso, significa perder-se, sair do foco de Cristo.

Para nos apegarmos com mais firmeza à Palavra que temos ouvido, primeiro temos que ouvi-la com o coração aberto para crer nela; aí, podemos confessá-la. Desse modo vêm justiça e salvação. O processo requer esforço e disciplina. Entre no processo; assim, você se apega com mais firmeza à Palavra ouvida. Se a Palavra está dizendo que precisamos de mais firmeza, é que a firmeza vista em nós ainda não é suficiente para nos apegarmos à mensagem completa de Cristo. Quando o homem analisa a pregação da Palavra, quando ele a classifica segundo o seu interesse, quando ele a escolhe, conforme a sua conveniência, ainda está desapegado dela. É apenas um analista; não se curvou ao senhorio de Jesus.

“Quanto ao mais, meus irmãos, alegrem-se no Senhor. Escrever de novo as mesmas coisas não é um problema para mim e é segurança para vocês” (Filipenses 3.1 | NAA). Amém.

Na alegria do Senhor, que é a nossa força,

Abdias Campos, servo do Deus vivo

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Amparo Ligado