Meditando Mais Sobre os Recursos da Fé, por Abdias Campos


O movimento da fé se inicia em nós quando nós começamos a ouvir a Palavra, compreendendo-a, guardando-a e praticando-a. Para compreender, basta ouvir de todo o coração. Para guardar, é necessário tão somente decidir. Essa decisão é pessoal. Para praticar, é preciso confiar. A confiança é consequência da fé, que já se movimenta em nós pelo ouvir e obedecer ao Senhor Jesus.

Você tem acesso à Palavra de Deus, por pregação ou por leitura bíblica, e crê no Senhor Jesus, e realiza o que Ele ordena. Nisso, a fé começa a operar dentro de você. A fé não vem para quem está parado. A fé vem por ouvir. Você tem que se movimentar para ouvir a Palavra, e a fé fará a sua obra. A fé é o combustível que faz com que você se movimente para fazer o que a Palavra de Deus diz para fazer depois de ouvi-la. O fim da obediência é o alcance da promessa. Os bens de todas as espécies – materiais e imateriais, espirituais e físicos, aqui na terra como no céu, no interior e no exterior de sua vida – virão e o alcançarão; serão seus eternamente. Desse modo, você é alçado ao patamar da certeza, da convicção; nunca mais viverá pela dúvida. Os seus olhos passarão a ver sob à luz da Palavra, os seus ouvidos passarão a ouvir sob a voz da Palavra e Jesus o iluminará na dimensão da fé.

Vamos nos aplicar para entendermos o texto a seguir, de Efésios 1.3-10, no qual o Espírito Santo de Deus nos guiará pelo caminho da fé. Está escrito.

“Bendito [louvado] o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o qual nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nos lugares celestiais em Cristo [louvemos ao Senhor, porque em Cristo temos todas as bênçãos espirituais dos céus, as quais produzem as bênçãos materiais na terra], como também nos elegeu nele [Deus nos escolheu em Cristo Jesus, Deus nos elegeu no Senhor] antes da fundação do mundo [antes de existirem todas as coisas, antes de toda a nossa árvore genealógica, muito antes de nascermos], para que fôssemos santos e irrepreensíveis [fomos eleitos para uma função definida – a nossa eleição, como as eleições seculares que se destinam à escolha de pessoas para cargos e funções, foi feita por Deus para o cargo específico de SANTOS E IRREPREENSÍVEIS; este é o nosso cargo: SANTOS E IRREPRENSÍVEIS] diante dele em amor, e nos predestinou [nos elegeu desde a eternidade] para filhos de adoção por Jesus Cristo [para que fôssemos Seus filhos adotados através do Seu Filho Jesus], para si mesmo, segundo o beneplácito [segundo a aprovação] de sua vontade, para louvor e glória da sua graça, pela qual nos fez agradáveis a si no Amado [Deus nos fez agradáveis a Si mesmo, em Jesus Cristo. Assumamos o nosso posto para o qual fomos eleitos: SANTOS E IRREPRENSÍVEIS diante dEle]. Em quem temos a redenção pelo seu sangue [temos a salvação pelo sangue de Cristo], a remissão das ofensas [o perdão dos pecados], segundo as riquezas da sua graça [segundo a grandeza do Seu amor], que Ele tornou abundante para conosco em toda a sabedoria e prudência [Ele tornou abundante a riqueza da Sua graça e está disponível para nós em toda a sabedoria e prudência], descobrindo-nos o mistério da sua vontade [revelando o Seu plano], segundo o seu beneplácito, que propusera em si mesmo, de tornar a congregar [de tornar a convergir] em Cristo todas as coisas, na dispensação da plenitude dos tempos [na concessão da grandeza e da superabundância de Sua graça trazida por Jesus Cristo à humanidade no tempo presente], tanto as [coisas] que estão nos céus como as que estão na terra (Efésios 1.3-10 | ARC). Todas as coisas são convergidas no Senhor Jesus, as que estão nos céus e as que estão na terra; fora dEle não há vida. Amém e amém.

Na alegria do Senhor, que é a nossa força,

Abdias Campos, servo do Deus vivo

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Amparo Ligado