A Colheita; por Abdias Campos

Os que por Deus foram separados para levar as Boas Notícias, embora possam enfrentar algumas dificuldades na caminhada, principalmente nos primeiros passos da estrada, não podem desistir da obra. Ao continuarem, observarão que, olhando para o Autor e Consumador da fé, o Senhor Jesus, terão motivos de sobra para empreender sua caminhada vitoriosa na divulgação do evangelho. Porque entenderão que não se mede a eficácia da obra por números frios, visto que o Senhor da obra quer que cada um de Seus obreiros esteja completamente confiado nEle e não em si mesmo, e eles não necessitam de números para se manterem ativos fazendo a vontade do Pai.

Por isso, não olhe para o tamanho do rebanho que Deus lhe entregou para apascentar. Não meça sua força de persuasão evangelística pelo número de salvos. Não marque a área percorrida pelo tempo que se dispôs à sua missão. A avaliação por números estatísticos projeta uma situação que pode não ser a verdadeira, porque há variáveis que não são controláveis pelo homem e podem mudar o resultado.

Se no conceito humano as coisas acontecem dessa forma, o que diremos do Reino de Deus, no qual o Todo-Poderoso trabalha da maneira que bem entende, pois Ele é Senhor? Você não é o Senhor, mas apenas um instrumento dEle. “De modo que não importa nem o que planta nem o que rega, mas sim Deus, que dá o crescimento” (1Coríntios 3.7 | NTLH). É Deus que dá o crescimento. Se na sua igreja só tem uma ovelha, glorifique o Senhor Jesus por ela e trabalhe como se tivesse um milhão de ovelhas no aprisco; trate dela com a maior dedicação, pois os caminhos de Deus são diferentes e, nesse caso, essa que você cuida pode, com os seus ensinamentos, tornar-se ganhadora de milhões de almas para o Reino e terá valido muito o seu empenho no Senhor pelo qual receberá o galardão. “O vento assopra onde quer, e ouves a sua voz, mas não sabes donde vem, nem para onde vai; assim é todo aquele que é nascido do Espírito” (João 3.8 | ARC). O Reino de Deus é dirigido pelas mãos habilidosas do Senhor, e por Sua vontade as coisas ocorrem para que o homem não se envaideça e perca o rumo da missão que recebeu.

“E dizia: O Reino de Deus é assim como se um homem lançasse semente à terra, e dormisse, e se levantasse de noite ou de dia, e a semente brotasse e crescesse, não sabendo ele como. Porque a terra por si mesma frutifica; primeiro, a erva, depois, a espiga, e, por último, o grão cheio na espiga. E, quando já o fruto se mostra, mete-lhe logo a foice, porque está chegada a ceifa” (Marcos 4.26-29 | ARC).

Enquanto você faz a obra, descanse, não se preocupe com o resultado, pois o resultado é de Deus. Lance a semente; essa é a sua parte. Porque no Senhor Jesus o evangelho por si mesmo frutifica, cumprindo o passo a passo no coração daquele a quem você semeia, ainda que não sejam todos. O Senhor sabe tudo, e na hora da colheita o Espírito Santo mete-lhe logo a foice”, quebranta-o e o recolhe aos celeiros do céu. Faça a sua parte, servo de Deus! Glória ao Senhor Jesus!

Na alegria do Senhor, que é a nossa força,
Abdias Campos, servo do Deus vivo

Postar um comentário

0 Comentários